domingo, 31 de julho de 2011

O CENTENÁRIO DA ASSOCIAÇÃO DOS ESCOTEIROS DE PORTUGAL

Associação dos Escoteiros de Portugal:
É uma associação educativa destinada aos jovens, sem fins lucrativos e reconhecida como de utilidade pública. 

Foi uma fundadora do Escotismo em Portugal e é a mais antiga organização juvenil portuguesa, representando no nosso País o escotismo aberto a todos - independente, interconfessional e multiétnico.
Os Escoteiros de Portugal são, na actualidade, a segunda maior associação juvenil portuguesa, contando com mais de 13 mil jovens que formam 145 unidades locais espalhadas pelo Continente e Regiões Autónomas.
São cem anos de um Movimento que se recusa a envelhecer, que vai  conservando todas as características de um método educativo que tem mantido inalteráveis os seus valores,  mesmo com as constantes actualizações dos programas que o  vão suportando, podendo considerar-se como um caso único de longevidade no confronto com todos os outros sistemas educativos alguma vez desenvolvidos e utilizados no  mundo.
No centenário da criação do primeiro Grupo de Escoteiros em território português, os Escoteiros de Portugal organizam o Acampamento Nacional do Centenário - AcNac onde vão juntar mais de 1 600 escoteiros de vários países.
De 1 a 7 de Agosto, na localidade de Arca, jovens de Portugal, Espanha, Alemanha, Rússia, Islândia, Angola, Guiné-Bissau e Cabo Verde, juntam-se no acampamento que será montado no sopé da Serra do Caramulo para viver uma experiência inesquecível e celebrar o Centenário do Escotismo Português.

Escotismo para todos” é o lema geral que orienta os Escoteiros de Portugal e que será transversal a todo o encontro.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Com o Verão... grandes actividades virão!

Também poderia dizer-se: "AS ACTIVIDADES QUE AÍ VIRÃO, SE PREPARÁMOS BEM O VERÃO". Mas... não vamos estar agora a pensar no que poderia ter sido planificado se nas reuniões de Patrulha  ou de Equipa  houvesse sido elaborada uma agenda participada por todos, pois duas cabeças pensam melhor do que uma, mesmo que nada garanta ser assim.
É sempre bom poder partir de mochila às costas, montar a  tenda e respirar a plenos pulmões, de um modo bem profundo todo ar puro que pudermos. Mas necessário será encontrar o local para o fazer, verificar junto dos proprietários qual a hipótese de ali ser feito o campo de verão, quais as estruturas necessárias, os apoios locais quanto a saúde, bombeiros, supermercado, a água para consumo, etc, além dos horários praticados... sem esquecer o da Eucaristia Dominical, como se compreenderá.
Explorar locais para actividades lúdicas a realizar, tais como raides, rappel, slide, canoagem, natação, jogos de campo, pista ou exploração e orientação. Procurar encontrar um bom local que permita cozinhar em segurança. Procurar saber onde haverá hipótese de encontrar madeira para pioneirismo.

No meu tempo de Explorador e Caminheiro, havia sempre um tempo em que os Guias de Patrulha/Equipa iam,ou delegavam em alguém que o fizesse por eles, logo que tivessem um tempo livre, fazer visitas a diversas localidades onde julgassem ser apetecível fazer uma actividade que viesse a ser a contento de todos. Faziam-se relatórios pormenorizados, distâncias, contactos, logística... enfim: Punha-se à disposição aquilo que poderia ser o local para a actividade de Verão que se aproximava.
Preparar as actividades atempadamente permite viver o Verão de muitas maneiras, pois basta saber qual o tipo de actividades pretendemos realizar. E saber escolher uma actividade rica em ideias é meio caminho para o êxito!
Boa Caça
Lobo Esfaimado.