sexta-feira, 18 de março de 2011

DIA DO PAI - Dia de São José

Amanhã é o Dia do Pai e de São José! Em muitos lados é também neste dia que se comemora o Dia do Trabalhador, tomando por exemplo S. José Operário. No Escutismo não há muito a tradição de comemorar este Santo, Pai adoptivo do Chefe Divino, Jesus Cristo.
Recordo que nos meus tempos de vida activa no Escutismo, cheguei a pertencer ao Agrupamento de São José Operário, o nº. 264 do CNE que existiu no Negage, em Angola.
Por tal motivo, era normal comemorar-se o Dia de São José e havia sempre boas actividades que se realizavam neste dia, sempre aguardado por todos... até por ser feriado Municipal, claro está.
O culto a São José terá começado no Egipto, passando tempos mais tarde para o Ocidente, onde hoje goza de grande popularidade. Em 1870, o Papa Pio IX proclamou-o como Padroeiro da Igreja Universal, passando desde essa altura a ter o seu dia a 19 de Março.
No decurso de 1955, o Santo Padre Pio XII fixou o dia 1º de Maio como Dia de São José Operário - o Trabalhador, mas a forte conotação política que está associada ao Dia Mundial do Trabalhador retirou alguma importância à comemoração religiosa, preferindo as populações continuar a respeitar o culto de S. José a 19 de Março.
É um Santo de grande importância no contexto da Igreja Católica, mas o nome não é muito citado dentro das fontes bibliográficas da Igreja, sendo apenas citado nos Evangelhos de São Lucas e São Mateus.
Era descendente do Rei David e exercia a profissão de carpinteiro na Galileia. Estava comprometido com Maria, que, segundo a tradição popular, era cortejada por muitos pretendentes, mas foi a José que a mão foi concedida.
Acredita-se que São José haja morrido quando Jesus perfez 30 anos, logo antes da crucificação de Cristo.
Muito mais haveria para dizer sobre o Guardião escolhido por Deus para velar pelo Seu Filho muito amado, Jesus Cristo.
Uma forte canhota e BOA CAÇA.
Lobo Esfaimado