quinta-feira, 23 de abril de 2009

DIA MUNDIAL DO ESCUTISMO

O dia 23 de Abril é dedicado ao padroeiro mundial do Escutismo, São Jorge.
Por tal motivo, o Escutismo está em festa ao comemorar o seu patrono, assim como a Inglaterra, mas aqui não apenas pelos "Scouts" mas porque São Jorge também é o Santo Padroeiro do Reino Unido.
São Jorge foi canonizado no ano de 494 d.C., pelo Papa Gelásio, que o proclamou como um daqueles cujo nome “será referido entre os Homens, mas cujos actos serão conhecidos apenas por Deus”.
A lenda de São Jorge é uma alegoria da luta do Bem contra o Mal. O próprio nome provem do Grego e significa "Homem da Terra".
Conta-se que um dia o nobre cavaleiro São Jorge cavalgava para a cidade pagã de Silene, onde hoje se situa a Líbia, para prestar ajuda a um povo que andava aterrorizado por um dragão, cuja alimentação diária se compunha de um... cidadão. A próxima vítima seria Cleolinda, a própria filha do Rei. Mas aconteceu ter aparecido São Jorge para combater aquele temível dragão, colocando nessa tarefa todo o seu empenho e enorme coragem moral e física - metas que um bom Escuteiro deverá propor-se atingir -, deixando assim o povo livre do seu opressor... acabando por converter esse povo ao Cristianismo.
No "Escutismo para rapazes", Baden Powell disserta sobre os Cavaleiros da Távola Redonda, "falando-nos" da Lenda do Rei Artur e de São Jorge, o seu santo protector. Diz-nos B.P.: "São Jorge é também o patrono de todos vós, escuteiros, em qualquer lado onde estiverdes. Por isso todos vos devereis saber a sua história, pois São Jorge é um exemplo sempre vivo do que um escuteiro deve ser. Quando ele enfrentava o perigo ou situações temerosas, quanto mais difíceis elas pudessem ser, mesmo na forma de um dragão – ele nunca as evitava ou tinha medo. Enfrentava-as sim, com todo fervor sem procurar descanso. É esta exactamente a forma com um escuteiro deve enfrentar uma dificuldade ou um perigo, não importando o quão grande e terrífico ele possa parecer. O escuteiro deverá enfrentá-lo com confiança, usando todas as suas forças possíveis e ultrapassando-se a si próprio, provavelmente terá sucesso”.
.
ARRAIAL... ARRAIAL...
POR SÃO JORGE...
E PORTUGAL !!!
BOM DIA DE SÃO JORGE!
Lobo Esfaimado

sábado, 18 de abril de 2009

ARRAIAL POR S.JORGE E SÃO NUNO...




O mês de Abril está destinado a proporcionar grandes realizações no campo do Escutismo... especialmente o de inspiração cristã, sendo o Escutismo Católico o que mais razões tem para dar graças ao Divino Chefe, porque nos dá mais um motivo de júbilo com a canonização de Frei Nuno de Santa Maria, o nosso querido Patrono D. Nuno Álvares Pereira, que será realizada na Praça de S. Pedro, no Vaticano, no próximo dia 26 de Abril.

.
Como por certo todos sabemos, o Corpo Nacional de Escutas irá estar bem representado naquela cerimónia, até pelo facto de a nossa Fraternidade se chamar precisamente... de NUNO ÁLVARES!
Mas também o dia 23 de Abril é dia de festa para todos os Escuteiros, porque se comemora o Patrono Mundial do Escutismo, São Jorge! Também aqui estará o Corpo Nacional de Escutas empenhado em ter uma comemoração condigna, como é apanágio do CNE.
.
Está o Escutismo Português a atravessar um bom momento da sua vida, apesar da crise que se estende um pouco por todo o lado. Nós, que um dia prometemos pela nossa honra e com a graça de Deus fazer todos os possíveis por cumprir os nossos deveres para com Deus, a Igreja e a Pátria... e auxiliar os nossos semelhantes em todas as circunstâncias, não podemos estar indiferentes a mais este desafio que nos é feito... para mais com a Igreja a tomar parte activa, mais uma vez, na ajuda àqueles que sofrem na carne os efeitos da crise.
.
Talvez seja o momento em que cada um de nós terá de tomar em suas mãos o verdadeiro sentido da prática da Boa Acção de cada dia, a que um dia nos propusemos perante Deus e a nossa comunidade. É uma oportunidade única que devemos aproveitar para dar livre curso à nossa generosidade.
.
Que cada Região, Núcleo, Agrupamento, Alcateia, Grupos ou Clã, sem excepção, se mobilize para dar a mão à Igreja nas iniciativas que agora preconizou para ajudar aqueles que sofrem!
É nestes momentos que a Promessa ganha maior significado, porque é vivida em plenitude.
.
BOA CAÇA E UMA GRANDE CANHOTA DO LOBO ESFAIMADO

domingo, 12 de abril de 2009

ALERTA: CRISTO VIVE!


No Domingo, no alvor do dia, ocorreu a ressurreição de Cristo. Haviam-se passado, aproximadamente, 37 horas desde o momento em que morreu.
Durante todas estas horas o túmulo de Jesus esteve vigiado, dia e noite, por soldados de César. Quando aconteceu a Ressurreição, os soldados botaram-se a correr, apavorados. O que teria acontecido nesse momento? Porque os soldados, homens treinados e rotinados nas duras batalhas levadas a cabo pelas Legiões, fugiram com medo?
Nos Evangelhos lemos que algumas mulheres fiéis foram ao túmulo, logo ao alvorecer de domingo. Quando chegaram lá encontraram o túmulo aberto e sem vigias. Um anjo avisa-as que Jesus ressuscitou. Logo depois é o próprio Mestre que aparece a Maria Madalena. Depois aparece a muito mais gente...
Enquanto vivo, Jesus ressuscitou Lázaro. Lázaro voltou à vida em seu corpo físico normal. Voltou à sua vida normal, como pessoa normal. Alguns eruditos acreditam que o acontecido com Lázaro se destinou a preparar os discípulos para aquilo que iria acontecer com Jesus.
Mas o que aconteceu com o Mestre foi muito mais profundo e difícil de entender. Jesus voltou à vida, mas não no mesmo corpo.
Pela primeira vez, de forma clara, o ser humano podia ter uma certeza da vida da alma após a morte. A vida continua, de nada adianta o poder terreno. A verdadeira vitória é aquela que acontece frente aos valores espirituais e eternos. A existência do plano espiritual dá-nos confiança na vitória final do bem e da verdade.
Quando o sábado passou, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago e Salomé, compraram perfumes para ungir o corpo de Jesus. E bem cedo no primeiro dia da semana, ao nascer do sol, elas foram até ao túmulo. ... mas, quando olharam viram que a pedra havia sido retirada. “ (Marcos 16:1,3)
Maria Madalena tinha ficado fora, chorando junto ao túmulo. Enquanto ainda chorava, inclinou-se e olhou para dentro do túmulo. Viu então dois anjos vestidos de branco, sentados onde o corpo de Jesus tinha sido colocado, um na cabeceira e outro nos pés. Então os anjos perguntaram-lhe:mulher, porque choras?” Ela respondeu: “porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o colocaram.”
“Depois de dizer isto, Maria virou-se e viu Jesus de pé; mas não sabia que era Jesus. E Jesus perguntou: Mulher, porque choras? Quem é que procuras?” Maria pensou que fosse o jardineiro, e disse: “Se foi o Senhor que levou Jesus, diga-me onde o colocou, e eu irei buscá-lo.” Então Jesus disse-lhe: “Maria”. Ela virou-se e exclamou, em hebraico: “Rabuni!” (que quer dizer: Mestre).

sexta-feira, 10 de abril de 2009

A CRUZ DO MEU SENHOR


A Nossa Cruz
A paz seja contigo
+
Cruz – lugar de sofrimento,
vergonha, sacrifício e morte .
Deus quer que aprendamos a morrer...
...para nós mesmos.
Cristo morreu na cruz,
mas ressuscitou!
Devemos morrer com Cristo
para ressuscitar com Ele.
Essa cruz é uma cruz de renúncia.
Quando aceitamos Jesus recebemos uma cruz,
onde crucificar todos os nossos desejos carnais.
Queremos servir a Deus
sem crucificar o homem velho .
E, quando menos esperamos
eis que o homem velho retorna...
...e nos faz cair por terra.
Quando o inimigo te vier afligir,
se estiveres crucificado para o mundo,
certamente ele não terá como agir na tua vida.
A vida velha não se pendura em pregos,
antes se crucifica na cruz.
Quantos vivem um evangelho sem cruz ?
O coração é um lugar para coisas boas.
Seja qual for a dificuldade, crucifica-a!
Renuncia às coisas más da tua vida
e não olhes mais para as tuas fraquezas,
porque maior é aquilo que está em nós,
do que as coisas que existem no mundo.
Sobre a tua vida estará o Espírito do Senhor
e Ele fará a diferença.
Sê tu uma benção!
+
inspirado em
(Mateus 16:21 – 24)

terça-feira, 7 de abril de 2009

NA SEMANA SANTA...

A última Ceia de Jesus com os Apóstolos
Quando chegou o momento de Sua partida para ao Pai, JESUS, bondade infinita, ofereceu-nos o melhor presente que poderíamos desejar: instituiu a Sagrada Eucaristia, a Sua Presença Real com o Seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade na Hóstia e no Vinho Consagrados.
Esta foi a maneira sensível que o Divino JESUS escolheu para permanecer junto do povo que ELE veio salvar e redimiu. Cristo é verdadeiramente o pão descido do Céu como alimento espiritual, força e inspiração para a humanidade na caminhada existencial, o poderoso elo que une e congrega todos os fieis ao redor de um único Altar, até à consumação dos séculos, porque ELE é DEUS com o PAI e o ESPÍRITO SANTO.
São Mateus dá-nos conta daquele inesquecível momento escrevendo as palavras que JESUS falou:
"Enquanto comiam (a Ultima Ceia), JESUS tomou um pão e, tendo-o abençoado, partiu-o e, deu-o aos discípulos, disse: ""Tomai e comei, isto é o Meu Corpo!" . Depois, tomou um cálice e, dando graças, deu-lhos dizendo: "Tomai e dele Bebei todos, pois isto é o Meu Sangue, o Sangue da nove e eterna Aliança, que será derramado por muitos para remissão dos pecados
". (Mt 26,26-28)
São Marcos dá o seguinte testemunho:
"Enquanto comiam, ELE tomou um pão, abençoou-o, partiu-o e deu-o aos discípulos, dizendo: "Tomai e comei! Isto é o Meu Corpo". Depois, tomou um cálice com vinho e, dando graças, deu-lhes, para todos beberem dele . E disse-lhes: "Tomai e Bebei ! Isto é o Meu Sangue, o Sangue da nova Aliança que é derramado em favor de muitos
". (Mc 14,22-24)
São Lucas também nos revela quais as palavras de Jesus Cristo:
"E tomando um pão, deu graças, partiu e distribuiu-o por todos, dizendo: "Isto é o Meu Corpo que será entregue por vós. Fazei isto em Minha memória". E, depois de comer, fez o mesmo com o cálice, dizendo: " Tomai e bebei dele todos! Este é o cálice da Nova Aliança do Meu Sangue, que será derramado por vós".
". (Lc 22,19-20)
São Paulo descreve como JESUS lhe ensinou:
"Com efeito, eu mesmo recebi do SENHOR o que vos transmiti: na noite em que foi entregue o SENHOR JESUS tomou o pão e, depois de dar graças, partiu-o e disse: Isto é o Meu Corpo, que é para todos vós; fazei isto em memória de MIM. Do mesmo modo, após a Ceia, tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da nova Aliança do Meu Sangue; todas as vezes que dele beberdes, fazei-o em memória de MIM
". (1Cor 11,23-25)
O Apóstolo São João que estava ao lado do Mestre descreveu assim as palavras que JESUS pronunciou na Última Ceia:
"Em verdade, em verdade, vos digo: se não comerdes a Carne do FILHO do Homem e não beberdes o seu Sangue, não tereis a vida em vós. Quem come a Minha Carne e bebe o Meu Sangue tem a vida eterna e EU o ressuscitarei no último dia. Pois a Minha Carne é verdadeira comida e o Meu Sangue, verdadeira bebida. Quem come a Minha Carne e bebe o Meu Sangue permanece em MIM e EU nele
". (Jo 6,53-56)
As palavras de JESUS são claras e compreensíveis. Naquele momento de despedida criou o mistério da Transubstanciação do Pão e do Vinho que se transformam no Seu Corpo e Sangue, conforme acontece em todas as Santas Missas no momento da Consagração. Neste momento as espécies do Pão e do Vinho são transformadas pelo ESPÍRITO SANTO no seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade, mantendo, entretanto a aparência original das mesmas espécies.
Este é uma das grandes notícias aos homens de todos os tempos: CRISTO QUIZ FICAR CONNOSCO ATÉ À CONSUMAÇÃO DOS SÉCULOS!